MP traz novas regras para tributação de investimentos e estruturas no exterior

Fale com um especialista agora gratuitamente!
Nesse artigo você vai ver:

As medidas têm potencial de arrecadação da ordem de R$ 3,25 bilhões para o ano de 2023, próximo a R$ 3,59 bilhões para o ano de 2024 e de R$ 6,75 bilhões para o ano de 2025.

O texto da Medida Provisória nº 1.171/23, publicada em 30/04/2023 pelo Governo, trouxe mudanças não apenas para a declaração do Imposto de Renda, mas também para a tributação de investimentos no exterior.

A nova legislação afeta os rendimentos provenientes de aplicações financeiras, entidades controladas e trusts, que são fundos utilizados para gerenciar recursos de terceiros. É comum que essas movimentações estejam associadas a paraísos fiscais, o que tem chamado atenção das autoridades.

A MP se concentra em quatro temas principais e seus aspectos tributários:

  • Aplicações financeiras no exterior;
  • Entidades controladas no exterior;
  • Trusts no exterior e;
  • Atualização do valor dos bens e direitos no exterior.

A MP estabelece alíquotas progressivas de Imposto de Renda (IR) para as aplicações financeiras e entidades controladas no exterior, que variam de 0% a 22,5% dependendo da parcela anual de rendimentos:

  • 0% (para parcela anual de rendimentos que não ultrapassar R$ 6 mil);
  • 15% (para parcela anual de rendimentos que exceder R$ 6 mil e não ultrapassar R$ 50 mil);
  • 22,5% (sobre a parcela anual dos rendimentos que ultrapassar R$ 50 mil).

Além disso, a norma dispõe que lucros apurados a partir de 01/01/24 por controladas localizadas em país ou dependência com tributação favorecida ou com benefício fiscal privilegiado, ou que apurem renda ativa própria inferior a 80% da renda total, estarão sujeitos a essas mesmas alíquotas. Lucros gerados até 31/12/23 serão tributados apenas quando da disponibilização, e prejuízos gerados a partir de 01/01/24 poderão ser compensados. 

No que diz respeito aos trusts no exterior, a MP trata transferências para beneficiários como doações (em vida) ou sucessão (em causa mortis).

Quanto à atualização do valor dos bens e direitos no exterior, a MP permitiu que o valor dos bens e direitos mantidos no exterior seja atualizado, com uma taxa de 10% aplicada sobre a diferença entre o valor atual de mercado e o custo original de compra. Esse imposto deve ser pago até 30/11/23. O ganho resultante dessa atualização será adicionado ao custo original de aquisição do bem ou direito. Para as empresas controladas no exterior, essa atualização poderá ser feita até 31/12/23, com uma taxa de 10% aplicada sobre o ganho, e o imposto deve ser pago até 31/05/24.

Outras disposições incluem a revogação de dispositivos anteriores relacionados à base de cálculo do IR para investimentos no exterior e à não incidência de IR sobre o ganho decorrente da alienação, liquidação ou resgate de bens localizados no exterior adquiridos pela pessoa física como não residente no Brasil.

Para que a MP possa ser implementada a partir de 01/01/24, ela precisa ser convertida em Lei ainda em 2023, dentro de seu prazo regimental (60 dias, prorrogáveis por mais 60), respeitando-se o princípio da anterioridade, respeitando-se o princípio da anterioridade.

Conclusão

Com a publicação da Medida Provisória 1171/23, a tributação de investimentos e estruturas detidas no exterior se tornou um tema ainda mais complexo para as pessoas físicas residentes no Brasil.

Nesse contexto, contar com uma contabilidade consultiva pode ser fundamental para garantir o correto cumprimento das obrigações fiscais e evitar possíveis penalidades!

A Direto Contabilidade está à disposição para orientar e auxiliar os interessados nesse assunto, por meio de um atendimento personalizado e especializado. Não hesite em entrar em contato conosco para saber mais.

Confira mais alguns de nossos artigos:

Compartilhe nas redes:

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Artigo - Direto Group - Contabilidade em São Paulo - SP

Deixe um comentário

Veja também

Posts Relacionados

Tem Clínica Em São Paulo E Está Com As Finanças Bagunçadas. Descubra Como Se Organizar! - Direto Group

Como organizar as finanças para clínicas médicas em São Paulo

Tem clínica em São Paulo e está com as finanças bagunçadas? Descubra como se organizar! Melhore a gestão financeira da sua clínica em São Paulo com dicas práticas. Controle custos, aumente a lucratividade e garanta o sucesso do seu negócio Organizar as finanças de uma clínica médica em São Paulo

Cinco Exemplos De Holdings Familiares Bem Sucedidas E O Que Você Pode Aprender Com Elas. (1) - Direto Group

Descubra como holdings familiares de sucesso podem revolucionar seu Family Office!

Exemplos de holdings familiares bem-sucedidas e o que você pode aprender com elas. Descubra como as holdings familiares bem-sucedidas podem inspirar estratégias para potencializar o seu Family Office! As holdings familiares são estruturas empresariais que desempenham um papel crucial na gestão e proteção do patrimônio de grandes famílias.  No contexto

Os Primeiros Passos Para Criar Uma Holding Familiar. Um Guia Para Não Cometer Erros. (2) - Direto Group

Os segredos da holding familiar para o público Family Office

Os primeiros passos para criar uma holding familiar: um guia para não cometer erros. Descubra o guia completo para criar sua holding familiar sem cometer erros, especialmente para o público Family Office. A criação de uma holding familiar é uma estratégia fundamental para famílias que desejam gerir e proteger seu

Como Aliviar Os Impostos. Itbi E Itcmd Abrindo Uma Holding - Direto Group

Como uma Holding Pode Diminuir Custos com ITBI e ITCMD?

Como aliviar os impostos: ITBI e ITCMD abrindo uma Holding?  Saiba mais sobre o papel das Holdings Familiares na redução de ITBI e ITCMD e como isso pode beneficiar seu planejamento financeiro. O Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e o Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD)

Gestão De Investimentos Em Family Office. Porque é Tão Importante (1) - Direto Group

A importância da Gestão de Investimentos em Family Office

Gestão de investimentos em Family Office: Porque é tão importante? Descubra como a Gestão de Investimentos pode garantir a segurança e crescimento do seu patrimônio A gestão de investimentos é uma pedra angular na operação de um Family Office, responsável não só pela prosperidade econômica imediata, mas também pelo legado

Recomendado só para você!
No mundo dos negócios, é comum encontrar estruturas complexas que…
Cresta Posts Box by CP