Descubra como a Direto
vai agilizar sua vida!

    Divergências sobre o estímulo ao crédito

    Divergências sobre o estímulo ao crédito

    Silvinei Toffanin, sócio diretor da Direto, participou de uma reportagem veiculada pelo jornal DCI – Diário Comércio Indústria & Serviços, sobre as divergências sobre o novo estímulo ao crédito!

    Data da publicação: 21/01/2016

    Artigo original: http://www.dci.com.br/opiniao/divergencias-sobre-estimulo-ao-credito-id522646.html

     

    DCI - Diário do Comércio & Indústria - 21.01.2016

     

    Divergências sobre estímulo ao crédito

    Ampliação de linhas com recursos direcionados tende a agravar ainda mais situação das finanças públicas

    Além do imbróglio da taxa básica de juros, o governo tem de desatar o nó sobre o papel do crédito na economia. O Ministério da Fazenda tem defendido a adoção de estímulos, mas há reações do mercado contra essa medida com o argumento de que ela não impulsionaria a retomada da atividade econômica. “A piora nas condições do mercado e o esgotamento do ciclo de consumo sustentado por crédito impõe uma redução natural na demanda por financiamentos neste momento. Mas a ampliação de linhas com recursos direcionados nos bancos oficiais agravaria ainda mais a situação das finanças públicas”, diz a GO Associados, por exemplo.

    Por onde andar: Assim como critica a alta de juros neste momento – desnecessária porque a menor expectativa de preços administrados neste ano e o enfraquecimento adicional da economia já seriam suficientes para segurar o avanço da inflação -, a GO Associados acredita que o governo deveria centrar esforços no avanço de uma agenda de produtividade na economia. “Os investimentos e as exportações seriam amplamente beneficiados, o que geraria efeitos multiplicadores importantes sobre a produção, o emprego, os salários e a arrecadação de tributos”, enfatizam os analistas.

    Mãozinha da China: Tudo bem que a China está crescendo menos, mas o poder de fogo do gigante asiático continua grande. Dias atrás, segundo o jornal estatal chinês Diário do Povo, o primeiro presidente do Banco Asiático de Investimento em Infraestruturas (BAII), Jin Liqun, anunciou que o governo vai destinar ao banco um fundo especial de US$ 50 milhões para apoiar as obras de infraestrutura a serem realizadas nos países menos desenvolvidos. Instituição financeira de desenvolvimento multilateral, o BAII vai emitir a primeira concessão de empréstimo em dólares em meados deste ano.

    Bom só para os governos: As áreas administrativa e fiscal terão que se estruturar para fazer dois recolhimentos de uma mesma venda. A norma é boa e justa para os estados, mas, como sempre, quem leva o ônus na implementação é o contribuinte, que terá que reforçar seu time e verá seus custos aumentarem em um momento em que o País passa por uma crise sem precedentes. Esta é a consequência das novas regras do ICMS sobre o e-commerce, ressalta Silvinei Toffanin, especialista em tributos e diretor da Direto Contabilidade Gestão e Consultoria.
     
    Dinheiro e correria: Pesquisa da Abbott, empresa global de cuidados para saúde, mostra que falta de dinheiro e de tempo é o que mais desgasta a vida do paulista. O intuito do levantamento “O que é para o brasileiro viver ao máximo?” foi entender melhor como o brasileiro percebe sua vida atualmente, e o que pensa do futuro. Para 60,8% dos paulistas entrevistados, a saúde financeira é o que emperra a conquista de uma vida mais plena; e para 46,9%, a correria do dia a dia é o grande vilão. Para 85% dos paulistas, cultivar o convívio com a família é o que mais importa. 
    Share on facebook
    Facebook
    Share on google
    Google+
    Share on twitter
    Twitter
    Share on linkedin
    LinkedIn

    Outros artigos que podem te interessar

    O que a contabilidade pode fazer pelas pequenas empresas?

    Uma pequena empresa enfrenta diversas dificuldades no mercado, não é mesmo?Além de enfrentar a concorrência de organizações maiores, ela deve ter total controle de sua gestão para se manter saudável financeira e economicamente. Você já pensou que a contabilidade pode se tornar uma vantagem competitiva se você souber utilizá-la a seu favor? Isso mesmo, além

    REFORMA TRIBUTÁRIA e seus impactos nos Planejamentos Sucessórios

    O que é Reforma Tributária? Reforma tributária é a proposta do Governo Federal para simplificar o sistema tributário brasileiro extinguir tributos como o PIS, Cofins, IPI, ICMS e ISS por um Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS).  A reforma busca modernizar a arrecadação de tributos e impostos para favorecer a competitividade das empresas. O

    Outros artigos que podem te interessar

    Assine nossa Newsletter

    Gostaria de saber mais sobre o assunto?