Descubra como a Direto
vai agilizar sua vida!

    Insourcing x Outsourcing: Qual a melhor estratégia para minha empresa?

    Insourcing x Outsourcing: Qual a melhor estratégia para minha empresa?

    Administrar uma empresa não é uma tarefa fácil, concorda?

    Além de desenvolver as atividades principais da organização, é necessário cumprir com todas as obrigações e suprir todas as necessidades do Governo, dos colaboradores e dos consumidores.

    Para otimizar todos os serviços que não são considerados o core business da empresa, muitos gestores optam por duas estratégias, conhecidas como: insourcing e outsourcing.

    Você já ouviu falar delas?

    Nesse post vamos entender o que são essas estratégias, quais são os seus benefícios e analisar em quais situações o insourcing e outsourcing são as melhores decisões, acompanhe:

     

    Outsourcing: Uma estratégia de “terceirização externa”

    De forma geral, podemos dizer que Outsourcing é a contratação de uma empresa para realizar atividades que a organização contratante não tem conhecimento ou infraestrutura para executar, mas cujos serviços são necessários e essenciais ao seu funcionamento.

    O Outsourcing é utilizado para os mais diversos setores de uma empresa, podendo ser contratado para realizar serviços de limpeza, tecnologia e até mesmo financeiro e comunicação.

    Veja a seguir quais são as suas principais vantagens e benefícios:

     

    Redução de custos e despesas operacionais:

    Uma das razões pelas quais as empresas mais buscam o Outsourcing, está relacionado com a diminuição de custos com infraestrutura, processos e colaboradores.

    Quando uma organização é contratada para realizar atividades secundárias de uma empresa, não há a necessidade de criar um departamento, alterar as estruturas do escritório e nem de contratar profissionais especializados.

    Dessa forma, a empresa economiza com infraestrutura e pessoal e ainda dispõe de especialistas e tecnologia que não existem em seu empreendimento.

    + Sua empresa gasta mais do que fatura? Veja 05 dicas para reduzir os custos!

     

    Foco total no core business da empresa:

    Você certamente já deve ter lido essa frase em algum lugar da internet: “concentre-se no que faz de melhor e deixe o restante para especialistas”.

    Esse conceito, de modo geral, resume o objetivo do Outsourcing. Na medida que uma outra organização é contratada para realizar algumas atividades secundárias, a empresa contratante consegue planejar melhor as metas e os objetivos organizacionais e possui mais tempo para desenvolve-las no seu empreendimento.

     

    Atualização constante do serviço:

    E por último, mas não menos importante, o Outsourcing também permite a atualização constante dos serviços secundários da empresa!

    Alguns setores, como a contabilidade geral e a contabilidade fiscal, por exemplo, necessitam estar sempre atentos as novidades e atualizações que são lançadas frequentemente pelo Governo, sob pena de multa ou advertência da Administração Pública.

    Mas não para por aí, a tecnologia e a competitividade do mercado também exigem inovação, a fim de evitar ter em mãos um negócio arcaico e retrógrado.

     

    E qual a sua diferença com a Terceirização?

    Embora tenham nomes diferentes, tanto o Outsourcing quanto a Terceirização, referem-se à transferência de uma tarefa, serviço ou manutenção a uma empresa, pessoa ou organização.

    Porém, a terceirização está ligada a serviços mais braçais, como portaria e segurança, e geralmente não precisam de conhecimento técnico específico.

    Já o Outsourcing, tem como objetivo designar serviços a terceiros, sendo que este trabalho demanda de equipamentos e/ou mão de obra especializada.

     

    Insourcing: Uma estratégia de “terceirização interna”

    Ao contrário do Outsourcing, o Insourcing é a estratégia de manter todos os serviços de uma empresa operando internamente, sem a contratação de fornecedores para terceirizar serviços e projetos.

    Trata-se da contratação de profissionais especializados e a criação de um departamento dentro da empresa para atender as atividades organizacionais secundárias.

    Existem diversos fatores que levam empresas a inserirem em sua estrutura, novas áreas que realizam atividades especializas, sendo as principais:

     

    Ter o domínio de todos os processos organizacionais:

    Alguns gestores gostam de ter o total controle sobre seus processos e, por isso, preferem manter a execução de todas as atividades dentro da própria empresa.

    Ao utilizar serviços Outsourcing, por exemplo, você passar parte do controle dos procedimentos aos seus fornecedores, que tem como objetivo entregar o processo já pronto.

    É importante ficar atento a um detalhe: Manter esse controle internamente pode gerar maiores custos ao negócio, já que é preciso dispor de pessoal e recursos para o novo departamento!

     

    Aumentar a vantagem competitiva:

    Quando uma atividade é mantida dentro dos limites da empresa (através da estratégia de Insourcing), os colaboradores já conhecem todo o processo e o direcionamento do negócio: entendem suas peculiaridades e sabem como tudo funciona.

    Uma solução Outsourcing pode demandar um período de médio a longo prazo para a sua adaptação, pois a empresa contratada é especializada em uma determinada atividade, que precisará ser adequada à realidade de sua empresa.

     

    Controlar melhor o tempo e os recursos da empresa:

    Ao inserir as atividades secundárias para dentro da sua organização, é possível controlar melhor o tempo que será destinado a realização das tarefas e os recursos corporativos que serão necessários para sua execução.

    Sendo assim, pode haver uma redução de custos e tempo e os investimentos podem ser melhor direcionados as necessidades do setor.

     

    Considerações Finais

    Ao final desse post, você conseguiu responder a principal pergunta desse artigo: “Insourcing x Outsourcing: Qual a melhor estratégia para minha empresa?’

    Para chegar a resposta dessa pergunta, cada gestor deverá avaliar os processos e os gargalos do seu negócio, a fim de analisar qual estratégia trará mais benefícios para sua organização.

    Além disso, também é saudável utilizar essas duas estratégias em conjunto, já que é importante que a empresa tenha sua própria equipe e infraestrutura, mas também busque parceiros no mercado que possam incrementar seu poder tecnológico.

    Se você quiser conversar mais sobre Insourcing ou Outsourcing ou tiver alguma dúvida a respeito, mande um e-mail para [email protected]. Sua dúvida pode ser a mesma dos outros gestores!

    Aproveitando que você está por aqui, que tal conferir esses outros posts sobre Consultoria:

    Por Cinthia Sayuri, departamento de Marketing da Direto Contabilidade, Gestão e Consultoria! ?

    Share on facebook
    Facebook
    Share on google
    Google+
    Share on twitter
    Twitter
    Share on linkedin
    LinkedIn

    Outros artigos que podem te interessar

    O que a contabilidade pode fazer pelas pequenas empresas?

    Uma pequena empresa enfrenta diversas dificuldades no mercado, não é mesmo?Além de enfrentar a concorrência de organizações maiores, ela deve ter total controle de sua gestão para se manter saudável financeira e economicamente. Você já pensou que a contabilidade pode se tornar uma vantagem competitiva se você souber utilizá-la a seu favor? Isso mesmo, além

    REFORMA TRIBUTÁRIA e seus impactos nos Planejamentos Sucessórios

    O que é Reforma Tributária? Reforma tributária é a proposta do Governo Federal para simplificar o sistema tributário brasileiro extinguir tributos como o PIS, Cofins, IPI, ICMS e ISS por um Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS).  A reforma busca modernizar a arrecadação de tributos e impostos para favorecer a competitividade das empresas. O

    Outros artigos que podem te interessar

    Assine nossa Newsletter

    Gostaria de saber mais sobre o assunto?