Descubra como a Direto
vai agilizar sua vida!

    Você sabia? Compliance é ferramenta de combate à corrupção nas empresas

    Você sabia? Compliance é ferramenta de combate à corrupção nas empresas

    Estamos acompanhando quase diariamente desdobramentos dos escândalos relacionados à corrupção envolvendo empresas e governos. Não é preciso nem mencionar nomes de companhias. Esse tipo de situação vem fazendo com que haja uma preocupação cada vez maior por parte de empreendedores, conselhos e diretorias, para a prevenção da corrupção nas empresas.

    Porém, essa preocupação não nasceu agora. Já no início dos anos 2000 havia inquietação com o assunto especialmente entre multinacionais, que traziam o conceito de Compliance de seus países de origem. Além disso, vale lembrar que em 2013 entrou em vigor no Brasil a Lei Anticorrupção, que considera infração não apenas a corrupção em si, mas todo e qualquer ato de fraude em licitação. Apesar de tudo isso, o combate à corrupção dentro das empresas, no Brasil, realmente ganhou força a partir de 2015 com os casos que vieram e continuam vindo à tona.

    Para deixar claro, Compliance é o conjunto de disciplinas para fazer cumprir as normas legais e regulamentares, as políticas e as diretrizes estabelecidas pelas empresas para a execução de toda e qualquer atividade da instituição, bem como evitar, detectar e tratar qualquer desvio ou inconformidade que possa ocorrer.

    Caso a empresa ainda não possua uma área de compliance, vale a pena criar. Para isso, sugerimos que:

    – Seja elaborado um Código de Conduta, com linguagem simples e objetiva. É interessante que haja especialistas envolvidos nesse projeto;

    – Sejam adotadas práticas de endomarketing para que os colaboradores tomem conhecimento das regras e procedimentos;

    – Sejam criados canais de comunicação permanentes com as equipes para que eles se sintam a vontade para denunciar condutas inadequadas;

    – Que o exemplo venha de cima, ou seja, que a diretoria e as gerencias da companhia mostrem em suas atitudes senso de justiça e ética sejam as questões relacionadas ao cotidiano da companhia interna ou externamente;

    – Sempre que possível, mostre ao mercado que sua empresa não se envolve em atos imorais.

    Companhias que contam com uma área de compliance normalmente ganham credibilidade junto a clientes, investidores e fornecedores. Além disso, esse é um mecanismo interessante para o aumento da eficiência e da qualidade dos produtos fabricados ou serviços prestados. Também contribui para melhorar os níveis de governança corporativa e prevenir desvios de comportamento.

    Sua empresa conta com uma área de compliance ou pensa em constituir uma? Quer uma ajuda? Conte com a DIRETO Contabilidade, Gestão e Consultoria para auxiliar nesse processo!

    Share on facebook
    Facebook
    Share on google
    Google+
    Share on twitter
    Twitter
    Share on linkedin
    LinkedIn

    Outros artigos que podem te interessar

    O que a contabilidade pode fazer pelas pequenas empresas?

    Uma pequena empresa enfrenta diversas dificuldades no mercado, não é mesmo?Além de enfrentar a concorrência de organizações maiores, ela deve ter total controle de sua gestão para se manter saudável financeira e economicamente. Você já pensou que a contabilidade pode se tornar uma vantagem competitiva se você souber utilizá-la a seu favor? Isso mesmo, além

    REFORMA TRIBUTÁRIA e seus impactos nos Planejamentos Sucessórios

    O que é Reforma Tributária? Reforma tributária é a proposta do Governo Federal para simplificar o sistema tributário brasileiro extinguir tributos como o PIS, Cofins, IPI, ICMS e ISS por um Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS).  A reforma busca modernizar a arrecadação de tributos e impostos para favorecer a competitividade das empresas. O

    Outros artigos que podem te interessar

    Assine nossa Newsletter

    Gostaria de saber mais sobre o assunto?